Artrite juvenil: sintomas alarmantes a que os pais devem prestar atenção

A maior parte das pessoas já ouviu falar de artrite. O que talvez não saiba é que também existem crianças que padecem desta doença crônica. De acordo com a Sociedade Portuguesa de Reumatologia, "pensa-se que a cada 1000 crianças em idade escolar surja uma com [artrite idiopática juvenil] ou, por outras palavras, que existam tantas crianças com artrite idiopática juvenil como com diabetes mellitus juvenil".

"A artrite idiopática juvenil é o tipo de artrite mais comum em crianças" e "diz respeito a um conjunto de patologias com três características comuns: são de causa desconhecida (designada idiopática), surgem na infância ou adolescência até aos 16 anos e manifestam-se com inflamação/ inchaço nas articulações". A boa notícia é que, embora crônica, o tratamento permite uma vida normal, sobretudo quando a doença é detectada numa fase precoce.

Com isto em mente, eis os sinais de alerta a que os pais devem estar atentos:

  • Dificuldade na marcha e adoção de posições de defesa quando pedem à criança que caminhe, caso a inflamação ocorra na anca, joelho ou tornozelo;
  • Dor ao toque, inchaço e menor amplitude de movimento nas articulações afetadas;
  • Rigidez matinal, com melhoria dos movimentos ao longo do dia;
  • Inflamação do olho (pode ficar vermelho, mas na maior parte das vezes há apenas redução progressiva da capacidade visual, sem outros sintomas);
  • Febre;
  • Manchas avermelhadas no corpo ou placas vermelhas e escamando na pele e/ou couro cabeludo;
  • Aumento dos gânglios linfáticos;
  • Perda de apetite;
  • Alterações do desenvolvimento da criança.

Fonte: Notícias ao Minuto

comprar biblias

markadapaz