Diabetes: fique alerta com sede excessiva ou perda de peso inexplicável

O Diabetes mellitus é um grupo de doenças que afeta a forma como o organismo metaboliza o açúcar no sangue (glicose). A glicose é vital para a saúde sendo uma importante fonte de energia para as células que compõem músculos e tecidos. É, também, a principal fonte de combustível para o cérebro.

De acordo com o Dr. Daniel Lerario, clínico geral e endocrinologista, a causa do diabetes varia de acordo com o tipo, e entre os diferentes tipos de diabetes, há os crônicos e os reversíveis. As condições crônicas incluem os pacientes tipo 1 e tipo 2. Já os reversíveis são aqueles diagnosticados com pré-diabetes ou as mulheres com diabetes gestacional.

“Os sintomas do diabetes variam dependendo do quanto esta condição vem elevando as taxas de açúcar no sangue. Por este motivo, em alguns casos, especialmente no pré-diabetes ou diabetes tipo 2, podem não haver sintomas. No diabetes tipo 1, os sintomas tendem a aparecer rapidamente e ser mais graves”.

Quando há sintomas, os principais são sede excessiva, micção frequente, fome extrema, perda de peso inexplicável, presença de cetonas na urina, fadiga, irritabilidade, visão embaçada, feridas de cicatrização lenta, infecções frequentes nas gengivas, na pele ou vaginais. Em caso de suspeita, é importante procurar um médico para avaliação.

Diagnóstico e tratamento

“Quanto mais cedo esta condição for diagnosticada e o tratamento iniciado, antes você terá a sua saúde restabelecida e menores serão os danos ao organismo e as chances de complicações”, explica o Dr. Daniel.

O diagnóstico do diabetes é realizado por meio de exames de sangue, que medem os índices glicêmicos do organismo.

Se confirmado o diagnóstico, é importante que o acompanhamento seja realizado periodicamente, conforme orientação do médico.

O tratamento do diabetes é feito com o controle da hiperglicemia por meio de alimentação balanceada, manutenção do peso corporal e hábitos de vida saudáveis. Em alguns casos, o médico poderá prescrever medicamentos para o controle do diabetes.

A importância do controle

Muitos casos de diabetes podem ser resolvidos ou controlados com simples mudanças na rotina. Isso porque quanto mais tecido adiposo, mais resistentes as células se tornam à insulina. Da mesma forma, quanto menos ativo você for, maior será o seu risco, explica o especialista.

“Por este motivo, uma das principais orientações ao paciente com diabetes é a realização de atividade física regular. Incluir o exercício físico na rotina ajuda a controlar o peso, utiliza a glicose como energia e torna as células mais sensíveis à insulina.”

Assim, é importante manter o acompanhamento médico, realizar exames e seguir as orientações. Caso contrário, mesmo sem sintomas, a doença pode trazer diversas repercussões para a saúde.

“As complicações em longo prazo do diabetes desenvolvem-se gradualmente. Quanto mais tempo você estiver com diabetes e quanto menos controlado, maior o risco de complicações. Eventualmente, as complicações do diabetes podem ser incapacitantes ou até mesmo fatais”, alerta o Dr. Daniel.

As complicações do diabetes podem levar a doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral (AVC), danos nos rins (nefropatia), levando à insuficiência renal ou doença renal irreversível, lesões oculares (retinopatia), levando à cegueira, catarata ou glaucoma, deficiência auditiva, aumento do risco de demência, como a doença de Alzheimer, depressão e muitas outras.

Por este motivo, o princípio de tudo é procurar uma vida mais saudável, com uma alimentação balanceada e a prática regular de atividade física. Além disso, realizar exames preventivos regularmente, conforme a indicação de um médico especialista.

Fonte: Notícias ao Minuto

comprar biblias

markadapaz