Filha do cantor Belchior é condenada a 9 anos de prisão por morte de metalúrgico

Isabela Belchior (à esq.) e os irmãos Jaqueline (centro esq.), Estéfano (centro dir.) e Bruno (à dir.)

A filha do cantor Belchior foi condenada por envolvimento no assassinato do metalúrgico Leizer Buchwieser dos Santos, que aconteceu em agosto de 2019. Ela e os outros dois irmãos envolvidos no crime foram condenados num júri que começou na manhã de terça-feira (22) no Fórum Criminal de São Carlos (SP) e terminou por volta das 3h da madrugada desta quarta (23).

Isabela Meneghelli Belchior foi condenada a oito anos por homicídio e um ano por ocultação de cadáver, uma pena total de 9 anos.

Os irmãos Estefano Rodrigues e Bruno Thiago Dornelas Rodrigues foram condenados a 11 anos cada, sendo dez anos, dez meses e 20 dias pelo homicídio e um ano e dois meses por ocultação de cadáver.

Jaqueline Priscila Dornelas Chaves, namorada de Isabela e irmã dos irmãos condenados, foi absolvida e está em liberdade. Ela, Isabela e o irmão Estefano estavam presos desde 2020. Bruno foi preso em 2021.

O caso aconteceu em agosto de 2019, quando Leizer Bichiwieser dos Santos desapareceu após sair de casa para trabalhar. Seu carro foi encontrado queimado, e seu corpo foi achado com as mãos e os pés amarrados alguns dias depois.

De acordo com a polícia, o homem seria um pedófilo que marcava encontros sexuais nas redes sociais. Ele pedia o envolvimento de crianças e oferecia um pagamento maior.
Leizer teria marcado um programa com Jaqueline, que teria levado a sobrinha para encontrá-lo. A situação foi informada ao pai da menina. Jaqueline teria, então, chamado a namorada Isabela e outro irmão para extorquir o metalúrgico.

As duas mulheres teriam pegado o dinheiro dele, e o homem reagiu e as agrediu. Por causa disso, os dois homens teriam entrado na briga e esfaqueado Leizer.

Fonte: Correio 24hs

comprar biblias

markadapaz