#FLIN Conectando lugares e histórias

#BahiaMeuOrgulho #GovernoDoEstado #governoquecuida

Este programa pauta a forma com qual a academia forma diferentes agentes culturais de forma transversal com suas vidas, aptidões ou estudos e ainda, desdobra nas mais diferentes experiências.

ANDRÉ SANTANA

É jornalista formado pela Universidade Federal da Bahia, mestre e doutorando em Estudos de Linguagem pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), professor nos cursos de Comunicação da UNEB e da Universidade Católica do Salvador e pesquisador sobre mídia e racismo, integrando o Grupo de Pesquisa Hierarquizações Etnico-Raciais, Comunicação e Direitos Humanos (Rhecados / CNPQ) É conselheiro da Énóis e colunista do portal UOL, onde escreve semanalmente sobre política, cultura, diversidade e direitos humanos. Foi um dos fundadores do Instituto Mídia Étnica e do Correio Nagô, atuando por 15 anos (2005-2020) pela democratização da comunicação, combate às violações de direitos humanos na mídia e na luta contra o racismo, à frente de projetos e formações voltadas à juventude, comunidades periféricas e povos tradicionais.

FELIPE TUXÁ

É pesquisador indígena do povo Tuxá de Rodelas, Bahia. Doutor em antropologia social pela Universidade de Brasília. É professor na Universidade do Estado da Bahia, na Licenciatura Intercultural em Educação Escolar Indígena. Colaborador do Opará: Etnicidades, Movimentos Sociais e Educação.

VITOR RANGEL

É historiador, licenciado pela UNIJORGE e mestrando em História Regional e Local pela UNEB – Campus V). Atua como Professor de História do Ensino Básico na Rede Pública do Estado da Bahia, produz conteúdos sobre Ensino de História no canal “H da História” e realiza pesquisa sobre o bairro de Cajazeiras com ênfase em história oral e memória.

comprar biblias

markadapaz