#FLIN Identidade e trajetória: diálogos entre gerações

#BahiaMeuOrgulho #GovernoDoEstado #governoquecuida
#BahiaMeuOrgulho #GovernoDoEstado #governoquecuida

A forma como as relações comunitárias e todos os desdobramentos atravessam a formação de cada indivíduo, será a pauta desta entrevista que é fortalecida pelo encontro de gerações num mesmo episódio.

ZULU ARAÚJO

Natural de Salvador é formado em Arquitetura, mestre em Cultura e Sociedade e doutorando em Relações Internacionais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Tem experiência como produtor e gestor cultural. Zulu atuou durante dez anos como diretor e conselheiro do Grupo Cultural Olodum, quando viu nascer o Bando de Teatro Olodum. Em 2003 foi diretor de Promoção, Intercambio e Divulgação de Cultura Afro-brasileira da Fundação Palmares e, em 2007, o então ministro Gilberto Gil, o indicou para presidir a instituição, onde permaneceu até 2011. O gestor cultural também ocupou a direção da Casa da Cultura da América Latina e a Coordenação Geral do Festival Latino-americano e Africano de Arte e Cultura (FLAAC), em 2012. Assessor especial da Fundação Cultural do Estado da Bahia, além de atuar como coordenador-geral na celebração dos 300 anos de Zumbi dos Palmares, Zulu foi diretor do Departamento de Intercambio e Ações Regionalizadas (DIAR) da Secretaria de Cultura da Bahia, e chefe do Comissariado da Delegação Brasileira do Terceiro Festival Mundial de Artes Negras (FESMAN) Dakar Senegal.

WENDELL MUNIZ

23 anos, Morador de Cajazeiras, estudante de Recursos Humanos, Instrutor de FitDance, Produtor do Grupo Samba Ohana e Administrador do Cajazeiras da Depressão (página responsável pelo Big Brother Cajazeiras).


O podcast Boca de Afofô – Sua História para por aqui, projeto da Fundação Pedro Calmon coordenado pela Biblioteca Virtual Consuelo Pondé participa a segunda edição do FLIN – Festival Literário Nacional – Diversas Leituras & Novos Caminhos, como espaço virtual dentro do festival e foi pensando para ser mais um canal de comunicação com público ao vivo. Funcionará como mais um espaço de discussão, análise, aprendizado e troca durante os dias do festival. A proposta é que aconteça uma interação entre os convidados e o público em geral, para além das discussões estabelecidas nas mesas e conferências do Festival.

Em formato de mesacast, o Boca de Afofô contará com três mesas por dia, totalizando 18 convidados durante os três dias de Festival. Com transmissão e tomadas ao vivo do evento, interação com público, o Boca de Afofô terá como convidados autores/as, agentes e mobilizadores culturais, dentre eles: Luana Souza (escritora e apresentadora), Scarlet Almeida (empreendedora, influenciadora digital e campeã do BBB Cajazeira, Zulu Araújo (arquiteto, mestre em cultura e sociedade e doutorando pela UFBA), Felipe Tuxá (antropólogo e professor universitário), Cairo Costa/JACA (Juventude Ativista de Cajazeira), Fernanda Maia (percussionista e compositora da banda Afrocidade), Adriel Oliveira (jovem influenciador digital no campo da leitura).

Após a realização do FLIN todos os episódios ficarão hospedados no site dos Acervos Virtuais Baianos, garantindo assim o registro, utilização e guarda desse material para posteridade.

comprar biblias

markadapaz