Harry não desiste e processo contra governo britânico chega ao tribunal

Esta quinta-feira, 7 de julho, serão ouvidas no Supremo Tribunal as queixas do príncipe Harry contra o Ministério do Interior (Home Office) por conta do processo que iniciou em janeiro deste ano.

Tal aconteceu depois de ter sido recusada ao príncipe a possibilidade de pagar pela proteção policial – sua e da família – no Reino Unido.

Harry revelou que é seu desejo trazer a família (Meghan Markle e os filhos Archie e Lilibet) à terra natal, mas que se vê impossibilitado de o fazer por ser “muito perigoso”.

Agora, os advogados do filho mais novo de Charles e Diana pedem para que seja feita uma revisão judicial da decisão anteriormente tomada.

Vale destacar que Harry e Meghan Markle perderam o direito à proteção policial, financiada pelos contribuintes britânicos, quando decidiram abandonar o grupo senior da realeza britânica, em 2020.

Na época, o príncipe ofereceu-se para pagar as despesas relativas à proteção policial, mas a oferta foi “dispensada” pelo juiz, que a considerou "irrelevante".

Harry argumentou que a sua equipe de guarda-costas dos Estados Unidos não pode oferecer o mesmo nível de segurança na Inglaterra, uma vez que não lhes é permitido carregar armas em solo britânico.

Fonte: Notícias ao Minuto

comprar biblias

markadapaz