Inflação é oportunidade para cortar salários, diz diretor da Applebee’s em email vazado

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um executivo da rede de restaurantes multinacional Applebee's comemorou como boa notícia a alta do gás e da inflação, porque isso corrói o poder de compra e pressiona os trabalhadores a aceitar salários menores, segundo email vazado atribuído a ele e republicado em jornais na Europa e nos EUA.

Na mensagem interna, com data de 9 de março de 2022 e divulgada inicialmente na rede social Reddit, Wayne Pankratz, diretor-executivo de franquias da Applebee's, afirma que a disparada da inflação nos EUA significa que as pessoas terão de trabalhar mais para conseguir manter o padrão de vida. Com mais trabalhadores atrás de emprego e de horas extras para complemento da renda, seria possível tirar vantagem e oferecer salários menores.

Na mensagem, o executivo também comemora o fim da competição com benefícios sociais pagos pelo governo americano. Segundo o texto, as pessoas não terão mais condição de viver apenas com o seguro-desemprego e outros auxílios, o que aumenta a força de trabalho à disposição.

Pankratz ainda vê uma vantagem na crise econômica em relação à concorrência. "Outros competidores (especialmente empresas familiares e pequenas empresas) terão de aumentar os preços, cortar funcionários ou pagar menos por hora para atingir suas margens de lucro. Alguns negócios não serão capazes de sobreviver. Isso vai trazer mais empregados em potencial para o mercado."

Segundo o jornal The Kansas City Star, o porta-voz da rede norte-americana, Scott Fischer, disse que o email não reflete as políticas ou a cultura da Appleebee's e que Pankratz não tem autoridade para emitir nenhuma diretiva relacionada a contratações na empresa.

A Folha questionou a Applebee's, que tem 11 unidades no Brasil, sobre a veracidade do documento e pediu um posicionamento sobre o episódio, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.
Nas redes sociais, o suposto email foi recebido com revolta por muitos trabalhadores.

O preço do gás disparou nos EUA (e também no Brasil) após a guerra na Ucrânia. Sanções econômicas à Rússia reduziram drasticamente a oferta de petróleo e gás natural no mercado internacional, pressionando o preço dos combustíveis de modo geral e a inflação.

Fonte: Notícias ao Minuto

comprar biblias

markadapaz