O saboroso alimento que reduz o risco de morte por doença cardiovascular

O consumo de suplementos alimentares à base de flavonoides de cacau diminui o risco de morte por doença cardiovascular, sugere um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition.

Dados do estudo mostram que quem consume o suplemento regularmente apresenta um risco 27% menor de morte por doenças cardiovasculares como infarto ou acidente vascular cerebral, em comparação com aqueles que não o fazem.

Os flavonoides funcionam como antioxidantes e como agentes anticancerígenos. Estão presentes em alguns alimentos de origem vegetal como grãos de café verde, nas folhas de cor verde, na maçã, uva, cebola, no chá verde, coentro, cebolinha e no chocolate amargo, por exemplo.

"Os flavonoides são um grupo muito grande de substâncias presentes nos alimentos de origem vegetal, mas ainda não são considerados nutrientes essenciais para a saúde. Mas vários estudos têm sido feitos para comprovar os seus benefícios e para que ele seja considerado um nutriente", afirmou a nutricionista Serena del Favero, do hospital israelita Albert Einstein.

Leia Também: Esta bebida diminui o risco de morte prematura. É fã?

O estudo mais recente, designado 'Cocoa Supplement and Multivitamin Outcomes Study', foi realizado por investigadores da Divisão de Medicina Preventiva da Brigham and Women’s Hospital, em Boston, nos Estados Unidos. Mais de 21 mil participantes idosos, com uma média de idades de 72 anos, foram randomizados e controlados por placebo. Parte do grupo recebeu uma cápsula de 500 miligramas de flavonoide de cacau diariamente, outros um suplemento multivitamínico padrão, ou nenhum dos dois, e os restantes dois comprimidos.

Os voluntários foram monitorados durante cerca de três anos e meio. No final, os cientistas concluíram que nenhum dos dois suplementos avaliados conseguiu reduzir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. A redução foi de 10% entre os que consumiram os suplementos de flavonoide de cacau, um valor estatisticamente pouco relevante, de acordo com os investigadores.

No entanto, olhando para os resultados secundários, notaram que os voluntários que receberam o suplemento à base de flavonoide de cacau apresentavam uma taxa de morte por doença cardiovascular 27% menor do que os outros participantes.

Tendo em conta a aderência ao consumo dos comprimidos (uso regular), a redução no risco de morte foi ainda maior: 39% entre os que tomaram flavonoide de cacau.

A nutricionista Serena del Favero esclarece que "é muito diferente falarmos em cacau e em chocolate". "O estudo foi feito com o flavonoide extraído do cacau, mas o chocolate que nós comemos possuem outros ingredientes, como gordura e açúcares. Por isso, quanto mais amargo o chocolate, maior o teor de cacau e de flavonoides", explicou.

Já o cardiologista Leandro Echenique, do hospital israelita Albert Einstein, defende que os resultados do estudo indicam que o suplemento de flavonoide de cacau tem um potencial benefício para prevenir mortes por doenças cardiovasculares, mas ressalva que são necessárias investigações complementares. "Ainda não é possível afirmar que os resultados são conclusivos", diz.

Fonte: Notícias ao Minuto

comprar biblias

markadapaz