Vale final! Times do interior se enfrentam nas semis do Baianão

Troféu do Campeonato Baiano

Bahia de Feira, Atlético de Alagoinhas, Barcelona de Ilhéus e Jacuipense vão dar mais um passo em busca do sonhado título do Campeonato Baiano. Os quatro times entrarão em campo neste fim de semana e começarão a batalha pela vaga na decisão, em duas históricas semifinais.

Afinal, é a primeira vez não há um clube de Salvador entre os quatro primeiros desde que o estadual começou a ser disputado de forma ininterrupta, em 1905. Além disso, a edição de 2022 também quebra um tabu de mais de 90 anos: desde 1931, quando o Bahia foi fundado, o Esquadrão e/ou o Vitória sempre estiveram no G4. Não dessa vez.

As semis serão disputadas em sistema de ida e volta. Os primeiros times a entrarem em campo serão Bahia de Feira e Atlético de Alagoinhas, que se enfrentam neste sábado (26), às 16h, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. O confronto, aliás, será a reedição da final do ano passado, vencida pelo Carcará.

csm atl alagoinhas campeao 0e320ce740
O Atlético de Alagoinhas é o atual campeão do Baianão
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Além de ser o atual campeão, o time de Alagoinhas pode ser o primeiro do interior a conquistar o troféu em anos seguidos. Até aqui, só o Fluminense de Feira tem duas taças, mas faturadas com uma diferença de seis anos: 1963 e 1969. O Bahia de Feira, por sua vez, tem na bagagem o título de 2011, e quer eliminar o Atlético para também manter viva a busca pelo bi estadual.

A outra semi terá o jogo de ida no domingo (27), quando o Barcelona de Ilhéus encara o Jacuipense no Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista, às 16h. O jogo, aliás, colocará, frente a frente, duas equipes que sonham com seus primeiros troféus do Baianão.

A rodada de volta terá os dois duelos disputados na quarta-feira (30), com o mando de campo invertido. Vale lembrar que, em caso de empate no placar agregado, a vaga na decisão será definida nos pênaltis. As finais estão previstas para os dias 3 e 10 de abril, às 16h.

Bahia de Feira x Atlético de Alagoinhas

Pouco menos de um ano após a final de 2021, os dois times voltam a se enfrentar pelo mata-mata do Baianão. No ano passado, o Atlético de Alagoinhas faturou seu primeiro título ao ganhar por 3×2, na Arena Cajueiro, depois do empate em 2×2 no Carneirão. O Carcará sonha com um novo triunfo, enquanto o Bahia de Feira quer a vingança.

O Tremendão, aliás, venceu o último encontro entre os dois, pela fase de grupos do estadual: 1×0 em casa, pela 4ª rodada. Foi uma das seis vezes que o time de Feira de Santana bateu o rival de Alagoinhas no Campeonato Baiano. Pelo lado do Atlético, foram quatro triunfos – houve também três empates.

O Bahia de Feira ganhou do Atlético de Alagoinhas por 1×0 na fase de grupos
(Foto: Bahia de Feira/Divulgação)

Em um retrospecto geral, porém, é o Carcará quem leva ligeira vantagem. Incluindo os duelos não só do estadual, como também os confrontos pela Copa da Bahia e Série D, foram 21 partidas ao todo. O Atlético de Alagoinhas ganhou oito, contra seis do Bahia de Feira. Outros sete jogos deram empate.

No Baianão 2022, os dois times fizeram uma campanha praticamente igual na fase de grupos, terminando com os mesmos 17 pontos. Ambos tiveram cinco vitórias, dois empates e duas derrotas, mas o Carcará ficou na vice-liderança por ter feito melhor saldo de gols (7×4), e o Tremendão acabou na 3ª posição.

Na temporada, além do estadual, o Bahia de Feira também entrou em campo pela primeira fase da Copa do Brasil, mas acabou derrotado pelo Coritiba por 5×2, na Arena Cajueiro.

Já o Atlético disputou partidas pelo Baianão, Copa do Brasil e Copa do Nordeste. No mata-mata nacional, ficou no empate em 1×1 com o CSA no Carneirão e foi eliminado na etapa inicial. Já no regional, avançou para as quartas de final, mas caiu para o Fortaleza ao perder por 5×1 no Castelão.

Ao todo, o Carcará tem um rendimento de 50,9% na temporada, com oito vitórias, cinco empates e seis derrotas em 19 partidas. Já o Bahia de Feira aparece com um aproveitamento de 56,7% em 10 jogos: cinco vitórias, dois empates e três derrotas.

Ida: Sábado (26), às 16h, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana;
Volta: Quarta (30), às 19h15, no Carneirão, em Alagoinhas;

Barcelona de Ilhéus x Jacuipense

Na outra semifinal, estão duas equipes que miram o primeiro título estadual. O Barcelona de Ilhéus, aliás, é estreante na Série A do Campeonato Baiano, e superou todas as expectativas ao chegar ao mata-mata. Não só isso mas, ao vencer o Doce Mel fora de casa, na última rodada, acabou com as chances do Bahia e do Vitória.

Já a classificação do Jacuipense foi muito mais tranquila. O Leão do Sisal foi o líder incontestável, e manteve o 100% de aproveitamento até a 7ª rodada. A última vitória, inclusive, foi sobre o Barcelona: 3×0 na Arena Cajueiro, marcando o único encontro entre os dois times até aqui.

O Jacuipense venceu o Barcelona de Ilhéus por 3×0 na fase de grupos
(Foto: Hilton Oliveira/EC Jacuipense)

Depois dessa partida, a equipe de Riachão de Jacuípe perdeu as duas últimas, mas sem problemas: a classificação já estava assegurada. No fim, com os sete triunfos e as duas derrotas, terminou a fase de grupos com 21 pontos, com 77,8% de aproveitamento.

Já o Barcelona fechou a etapa na 4ª colocação, com sete pontos de distância: 14. Foram quatro vitórias, dois empates e três derrotas, com 51,9% de rendimento. O Baianão foi o único torneio disputado pelas duas equipes até aqui.

Ida: Domingo (27), às 16h, no estádioLomanto Júnior, em Vitória da Conquista;
Volta: Quarta (30), às 21h30, no estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe;

Fonte: Correio 24hs

comprar biblias

markadapaz