Verstappen faz melhor tempo sob chuva e garante pole no GP do Canadá

TALYTA VESPA
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Max Verstappen fez o melhor tempo do treino de classificação da Fórmula 1, neste sábado (18), e garantiu a pole position para o GP do Canadá, que acontece neste domingo (19): 1min21s620. Fernando Alonso (Alpine) e Carlos Sainz (Ferrari) largam na segunda e na terceira posição. Lewis Hamilton (Mercedes) terminou a prova em quarto.

O treino de classificação, assim como o treino livre, aconteceu sob intensa chuva. A prova que determinou o grid de largada da corrida deste deomingo teve acidentes e bandeira vermelha.
Q1 – ÚNICO TREINO DE LECLERC
Max Verstappen fez o melhor tempo do Q1. Kevin Magnussen, da Haas, surpreendeu ao sair da última posição e chegar à liderança, com o melhor tempo da volta. Ele terminou o Q1 na terceira posição.

Na largada, Nicholas Latif e Esteban Ocon passaram direto pela primeira curva. A pista ainda estava molhada devido à chuva que tomou conta de Montreal durante todo o dia. Entretanto, durante a prova, as condições da pista melhoraram.

Pierre Gasly e Sebastian Vettel, das equipes AlphaTauri e Aston Martin, respectivamente, fizeram o segundo e o terceiro melhor tempo no último treino livre. Os dois, entretanto, não se classificaram no Q1.

Apesar de ter passado para o Q2, Charles Leclerc abandonou o treino de classificação. A Ferrari decidiu, neste sábado (18), que faria uma alteração no motor do carro do piloto monegasco. Devido a isso, ele larga na última posição amanhã, independentemente do resultado do treino classificatório.

"Fiquei feliz com o resultado porque sei que, com o motor bom, vai ser fácil de ultrapassar", diz.
Q2 – PEREZ BATE
Alexander Albon (Williams) bateu ao passar do ponto de freada durante o Q2. A bandeira amarela apareceu. O mesmo aconteceu com Sérgio Perez (Red Bull), que passou reto durante a curva na terceira volta. A batida de Perez, entretanto, foi um pouco mais forte do que a de Albon, fazendo com que a bandeira vermelha entrasse em cena para paralisar a prova.

O piloto da Red Bull abandonou o treino de classificação e vai largar em 13º. O carro do piloto mexicano precisou ser recolhido da pista. Nas últimas duas corridas, o mexicano largou na frente de Max Verstappen e tem obtido bons resultados.

Depois do acidente, todos os pilotos voltaram ao Q2 com pneus intermediários. A pista começou a secar, e as voltas foram ficando mais rápidas à medida que o tempo passada -com tempos reduzindo drasticamente.

Esteban Ocon (Alpine) e Alexander Albon foram os eliminados do Q2. Max Verstappen manteve a liderança com 1min23s746. Lewis Hamilton ficou entre os últimos até a última volta, mas conseguiu se recuperar e terminou o Q2 na quinta posição.
Q3 – VERSTAPPEN CONFIRMA FAVORITISMO
Max Verstappen liderou todo o Q3 e confirmou o favoritismo. Com a pista seca, a prova foi mais estável, e os índices de tempo diminuíram consideravelmente. A marca de Verstappen, entretanto, foi inferior à atingida durante o segundo treino livre, na sexta-feira (17): 1min14s127.
*
CONFIRA O GRID DE LARGADA DO GP DO CANADÁ
1º Max Verstappen (Red Bull)
2º Fernando Alonso (Alpine)
3º Carlos Sainz (Ferrari)
4º Lewis Hamilton (Mercedes)
5º Kevin Magnussen (Haas)
6º Mick Schumacher (Haas)
7º Esteban Ocon (Alpine)
8º Daniel Ricciardo (McLaren)
9º George Russel (Mercedes)
10º Guanyu Zhou (Alfa Romeo)
11º Valtteri Bottas (Alfa Romeo)
12º Alexander Albon (Williams)
13º Sergio Perez (Red Bull)
14º Lando Norris (McLaren)
15º Pierre Gasly (Alpha Tauri)
16º Sebastian Vettel (Aston Martin)
17º Lance Stroll (Aston Martin)
18º Nicholas Latifi (Williams)
19º Charles Leclerc (Ferrari)
20º Yuki Tsunoda (Alpha Tauri)

Fonte: Notícias ao Minuto

comprar biblias

markadapaz